Dollarphotoclub_73145470-e1435746338454O negócio Mary Kay tem três atividades necessárias para quem pretende seguir carreira: vender, agendar e iniciar!

Esses três pilares são fundamentais e a falta de um deles pode atrasar o desenvolvimento do negócio.

Toda empresária independente começa como consultora, com um kit de beleza (igual para todas). Através de sessões de beleza ou venda pelo catálogo, são conquistadas as primeiras clientes e feitas as primeiras vendas. A grande qualidade dos produtos faz com que as demonstrações sejam um sucesso, pois quem prova, aprova! Com o tempo, além das novas clientes, vêm as reposições, e as vendas tornam-se uma excelente forma de ganhos rápidos, pois tendo descontos de até 40% nos pedidos, as consultoras conseguem lucratividade acima de 65%. Ou mais, quando são aproveitadas as promoções em que a empresa libera mensalmente alguns dos produtos mais vendidos com lucro superior a 100%.

Vôos maiores

Mesmo partindo para a carreira, as vendas continuam e são uma “garantia” para vôos maiores.

Diariamente é importante exercitar também o segundo ponto, o agendamento, através dos quais são marcadas sessões de beleza individuais, em grupos, sessões de anfitriã (em que uma amiga ou cliente convida outras amigas para uma sessão em sua casa e recebe descontos por isso) e também apresentações da oportunidade. Frequentemente algumas clientes acabam se tornando as primeiras iniciadas, pois percebem os ganhos vindos de um trabalho simples e lucrativo como consultora de beleza.

Então através do terceiro ponto, a iniciação de outras consultoras, a equipe começa a crescer e são conquistados vários degraus até atingir o nível de Diretora de Vendas Independente.

A carreira segue o que a empresa chama de “Escada do Sucesso”, com comissões crescentes. A partir do nível de DEQ – Diretora em Qualificação (ou DIQ-Director in Qualification), com no mínimo dez iniciadas diretas, inicia um trabalho de crescimento alavancado. Além das próprias iniciadas, todas as pessoas que elas iniciarem no negócio (2º nível em diante) também contam para a formação da futura unidade da diretora em qualificação. Para se tornar diretora, é preciso ter pelo menos 30 pessoas ativas na equipe, entre diretas e indiretas.

A carreira executiva não tem limite de ganhos e proporciona várias premiações e reconhecimentos. Através de metas de pontuação e inícios, a diretora ganha viagens nacionais e internacionais, joias e até mesmo um carro cor de rosa.

Por que os inícios são tão importantes?!

Iniciar novas consultoras na Unidade pode ser considerado um dos segredos para manter um excelente rendimento na empresa. Quando você é uma boa iniciadora, a tendência é que seu grupo também seja forte nesse quesito, alavancando os resultados e a motivação da equipe.

Um dos melhores bônus está justamente sobre seu time direto, então quanto mais pessoas tiver na linha de frente, maior a bonificação da equipe pessoal.

Além disso, sendo uma boa iniciadora você pode (e deve!) ajudar sua unidade a iniciar novas consultoras, o que garante “sangue novo” na equipe e cria uma onda positiva de crescimento que empolga a todas.

A arte de ser uma iniciadora top pode ser aprendida por qualquer consultora. Toda consultora com interesse em crescer pode aprender a ser uma pessoa influenciadora, persuasiva, a dizer as coisas certas no momento certo e ter uma atitude positiva.

Clique no botão abaixo e veja um vídeo explicativo sobre o curso!